Modalidades Eletrotérmicas

Modalidades Eletrotérmicas

TENS

TENS – Estimulação elétrica transcutânea

Quando se fala de fisioterapia, frequentemente vem ao imaginário dos pacientes o “choquinho”, conhecido com TENS. Esta realmente é uma técnica muito utilizada nas sessões de fisioterapia, entretanto, não é a única.

Além da estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS ou “choquinho”), existem outras modalidade elétrotérmicas. Ainda podemos citar a stimulação galvânica de alta voltagem, ultrassom, diatermia, calor superficial, crioterapia (gelo) e laser.

Estes métodos de tratamento são usados para alterar a temperatura dos tecidos moles ou para influenciar a atividade celular subcutânea a fim de melhorar a vascularização, a flexibilidade dos tecidos e a nutrição local.

Tipicamente são usados de maneira passiva por um período de 5 a 30 minutos, dependendo da indicação clínica, da intensidade planejada e do estágio de cura.

Em outras palavras, são técnicas disponíveis para melhorar um plano de tratamento multifacetado. Em vez de serem utilizadas de forma independente e exclusiva, são combinadas ou alternadas com outras modalidades. Nesse sentido, todo fisioterapeuta merece um voto de confiança dos pacientes, a combinação terapêutica ideal pode diferir do usual.

NASS 150